Publicado por: GUILHERMEPANNAIN | agosto 25, 2010

PROMESSA: Funes Mori (River Plate)

Ao que tudo indica os tempos ruins se foram, e grande parte dessa boa fase do River Plate se deve a uma nova promessa do clube, o atacante Funes Mori. Com dois gols na vitória sobre o Independiente, por 3 a 2,na última rodada, o jovem lidera a artilharia, juntamente com Lequizamon, do Arsenal, com três gols no total, e ajudou seu clube a manter o 100% no Apertura.

Com apenas 19 anos e um faro de gol de dar inveja a qualquer atacante experiente, Rogélio Gabriel Funes Mori nasceu em Mendoza, na Argentina.  Mas em 2001, ele mudou com sua família para os Estados Unidos e foi lá onde o jovem começou seus primeiros passos no futebol. Mostrou todo seu potencial para balançar as redes com muito oportunismo e bom posicionamento.

No Texas, onde a família morava, Funes e seu irmão – Funes tem um irmão gêmeo (Ramiro José Funes Mori) que atua como defensor do River Plate. Ainda não chegou à equipe principal, joga no time B do clube – disputaram um reality show que tinha como prêmio jogar nas divisões inferiores do FC Dallas. Foram 2.000 participantes do “sueño MLS”. Os dois ficaram entre os cinco primeiros colocados. Funes acabou vencendo a competição.

Logo após o reality show, os jogadores foram convidados para passar um período de testes no Chelsea, por sorte, a equipe inglesa de jovens estava disputando um amistoso com o congênere do River. Moral da história: Não ficaram no clube inglês, mas foram chamados para jogar nos Millionários.

Deixando Ramiro de lado, Rogélio estreou na divisão principal, em dezembro de 2009, contra o Veléz Sarsfield. Ele ganhou força na equipe, no início do ano, quando o treinador Angel Cappa não contava com Mariano Pavone, que estava lesionado – O experiente Pavone chegava ao clube por empréstimo. Havia chegado para ser o titular – A oportunidade veio, e com ela os gols e as boas exibições.

O atacante FunesMori tem muito futuro pela frente (foto=afp)

Nos tradicionais amistosos entre os principais clubes na Argentina, no início de temporada, Funes mostrou todo seu talento contra o maior rival do clube, o Boca Juniors, no Mar Del Plata Challenge. Marcou um gol e fez ótima exibição. A promessa já até conseguiu um hat-trick com o clube. Foi na partida contra o Racing. Marcou os três gols em apenas 24 minutos.

O Mendocino – apelido referente a cidade que nasceu – está despertando atenção de vários clubes europeus, principalmente italianos. Juventus, Milan, Fiorentina, Napoli e Palermo são alguns deles.  O presidente do clube, o ex-jogador Daniel Passarella, já disse que o menino não sai por menos de 25 milhões de Euros. Esta é multa rescisória dele. Quem quiser é só pagar.

Nome Completo: Rogélio Gabriel Funes Mori

Data de Nascimento: 03/05/1991

Posição: Atacante

Nacionalidade: Argentina

Anúncios
Publicado por: GUILHERMEPANNAIN | agosto 24, 2010

TÁTICA: River Plate segue com 100% no Apertura

O River Plate parece ter deixado as péssimas campanhas de lado e até agora é um dos clubes com 100% de aproveitamento no Apertura e um dos líderes da competição. Com dois gols da nova revelação dos Millionarios, o avançado Funes Mori, o time venceu o Independiente, tradicional equipe argentina, maior campeão da Libertadores e que segue na fila de títulos, por 3 a 2. O outro gol do River foi marcado por Ferrari.

O treinador Angel Cappa não pode utilizar o experiente Ariel Ortega, que estava fora da partida, mas teve outro líder em campo, o também experiente Matias Almeyda. Na experiência do volante, e na inexperiência do promissor Funes Mori, que marcou dois gols, um deles impedido, o River começou na frente e o Independiente empatou. Logo depois, o River fez 3 a 1. E no final, Independiente diminuiu.

Cappa mandou a campo os seguintes jogadores, num 4-4-2, com Lanzini, substituindo Ortega, encostando em Funes Mori. O baixinho Buonanotte não teve uma boa participação, mas nem por isso Cappa decidiu sacá-lo, pois confia demais no atleta. Mauro Diaz entrou no lugar de Lanzini, que fazia sua estreia no Campeonato Argentino, e Funes deu lugar a Leandro Caruso.

Sem Ortega, Funes Mori foi o grande destaque do River sobre o Independiente

Os dois gols de Funes o colocam na artilharia do Apertura ao lado de Lequizamon, do Arsenal, ambos com três gols em tres rodadas. O River Plate, juntamente com o Velez são os únicos com 100% de aproveitamento. O Velez está na frente pelos critérios de desempate.

Publicado por: GUILHERMEPANNAIN | agosto 23, 2010

EXCLUSIVO: Paraguaios ofertados ao mercado brasileiro

A contratação de jogadores vindos do exterior terminou na última semana. Quem fechou bem, quem não conseguiu fica para o próximo mercado. A única solução que ainda resta é contratação de jogador que atuam no futebol nacional. Pouco antes de encerrar a janela, dois jogadores paraguaios do Sól de América foram ofertados ao mercado brasileiro. E por pouco a negociação não foi concretizada.

O zagueiro Cabral, que por algumas vezes integrou a seleção principal de Tatá Martino, considerado um dos principais defensores paraguaios que atuam no país,foi oferecido ao Vasco da Gama, estava tudo certo entre o jogador e o clube, porém o Vasco desistiu de contratá-lo. É zagueiro de estatura baixa e é o principal jogador da equipe.

Juntamente com Cabral, outro jogador do Sol de América, foi oferecido. Não para o Vasco, mas para  o Santo André – que chegou a pedir o jogador. O nome é Ovelar, atacante, um dos artilheiros do clube nesse início de temporada. O emprestimo estava acertado entre os clubes, porém o jogador não quis disputar a segunda divisão do campeonato brasileiro.

Publicado por: GUILHERMEPANNAIN | agosto 20, 2010

ANÁLISE ESPECIAL: Inter, campeão da Libertadores – parte 1

Nesta análise especial, nada mais justo do que a conquista do Internacional na Copa Libertadores. O clube venceu o Chivas, no Beira-Rio, e garantiu o bicampeonato da competição. De quebra, estará no Mundial de Clubes, que será realizado nos Emirados Árabes Unidos. Nesta primeira parte, um rápido perfil dos campeões e os confrontos da equipe, nesta grande jornada.

ABBONDANZIERI
Nome completo: Roberto Carlos Abbondanzieri
goleiro

Experiente goleiro argentino, Abondanzieri fez fama no Boca Juniors, clube onde se consagrou sendo em outras oportunidades campeão da Copa Libertadores. Jogou a Copa do Mundo de 2006, na Alemanha. Teve uma rápida passagem pelo Getafe, da Espanha. Roberto Carlos foi batizado em homenagem ao cantor brasileiro, ídolo na Argentina nos tempos de velha guarda. O goleiro é conhecido como Pato.

RENAN
Nome completo: Renan Brito Soares
goleiro

O jovem goleiro foi um dos jogadores repatriados pela diretoria Colorada para a conquista da Copa Libertadores. Renan é cria do próprio Inter. Teve boas passagens pelas seleções de base. Disputou um Mundial sub-20. Foi contratado pelo Valencia, da Espanha porém sem ser utilizado acabou sendo emprestado a outra equipe do futebol espanhol, o Xérez. Se continuar no gol Colorado deverá receber chances de Mano Menezes futuramente. Assumiu a posição que era de Pato.

Inter conquista pela segunda vez a América (foto=site oficial)

BOLÍVAR
Nome completo: Fabián Guedes
zagueiro

O capitão ergueu a Taça da Libertadores neste ano. Esteve presente na conquista quatro anos antes. Atua também como lateral direito. Ganhou a faixa que era de Tinga, e que antes era de Guiñazu. Depois da conquista em 2006 se transferiu para o Monaco, da França. Foi repatriado pelo Inter em junho de 2008. Começou a carreira no Guarany, de Venâncio Soares.

NEI
Nome Completo: Claudinei Cardoso Félix da Silva
lateral direito

O carequinha Nei começou nas categorias de base do Palmeiras. Dispensado pelo Alviverde, iniciou no profissional do Bragantino. Teve passagens pelo Corinthians, mas foi na Ponte Preta que o jovem se destacou. No Atlético Paranaense foi um dos destaques do clube no Brasileirão. Foi contratado pelo Internacional no início do ano. Esteve na seleção olímpica de Dunga, nas olimpíadas da China, em 2008.

ÍNDIO
Nome Completo: Marcos Antônio de Lima
zagueiro

Outro jogador que esteve presente na conquista de 2006, Índio já possui mais de 260 partidas com a camisa do Internacional. No atual elenco é o atleta com mais participações. Além desse feito lidera como um dos zagueiros que mais marcou gols com a camisa Colorada. Já são 26 contabilizados. Foi contratado junto ao Juventude. Com suas meias arreadas, o apelido veio pelos cabelos longos em alusão a figura índigena. Já foi cortador de cana de acúcar, antes de se tornar jogador.

KLÉBER
Kléber de Carvalho Correa
lateral esquerdo

Jogador experiente e rodado, Kléber esteve perto de disputar o Mundial de 2010. Fez algumas partidas pela seleção, mas depois acabou sendo preterido por Dunga. Esteve presente no melhor time corintiano dos últimos tempos. Na época formava o melhor lado esquerdo do Brasil, com Ricardinho e Gil. Teve uma passagem pelo futebol europeu, mas não se firmou. Jogou no Basel, da Suíça e no Hannover, da Alemanha. É bom nos cruzamentos. Saiu dele o passe para o primeiro gol de Sóbis.

GUIÑAZU
Nome completo: Pablo Horácio Guiñazu
volante

É sem dúvida o pulmão e o coração do Inter e um dos melhores da posição no Brasil, pena que tem oportunidades na seleção Argentina. Muita disposição, Guiñazu se destacou no Libertad, do Paraguai, e foi contratado no fim do primeiro semestre de 2007. Foi cogitada uma possível ida dele para o São Paulo, no início do ano, mas nada foi concretizado. Titular absoluto desde que chegou ao clube, “El Cholo” como é conhecido já foi por diversas vezes capitão Colorado

GIULIANO
Nome Completo: Giuliano Victor de Paula
meia

Foi considerado a alguns anos atrás, revelação do Campeonato Brasileiro da série B, pelo Paraná. Logo depois foi contratado pelo colorado. Marcou gols importantes nessa Libertadores. É um reserva de luxo que atua tanto na armação, como segundo atacante. Em breve terá uma oportunidade na Seleção Principal. Foi capitão do Brasil no Mundial sub-20, do ano passado, quando o Brasil perdeu para Gana, na final. Foi um dos destaques daquele torneio. Terminou como artilheiro do clube na Libertadores.

Sandro e Giuliano, destaques do Inter, deverão estar na Copa de 2014 (foto=vipcomm)

SANDRO
Nome completo: Sandro Ranieri Guimarães Cordeiro
volante

Sandro cumpriu seu papel. Está saindo do clube após o título. Era esse o combinado. O jogador está de malas prontas para o Tottenham, depois de muitas negociações. Jogador da nova Seleção Brasileira, o mineiro de Riachinho já passou pelas seleções de base. Foi o capitão na conquista do Sul-Americano sub-20, de 2009, mas não foi chamado por Rogério Lourenço na disputa do Mundial. Excelente jogador está presente em todos os lances. Tem tudo para estar na Copa de 2014, no Brasil.

WILSON MATIAS
Nome completo: Wilson Tiago Matias
volante
Wilson Matias foi contratado pelo Internacional no início do ano, após se destacar no futebol mexicano, atuando pelo Monarcas, de Morelia. Fez um excelente ano de 2009, onde o jogador foi escolhido como um dos melhores da posição. Esteve perto de obter cidadania mexicana e atuar pelo país da CONCACAF. Começou a carreira no União São João.

TINGA
Nome Completo: Paulo Cesar Fonseca do Nascimento
volante
Tinga foi outro repatriado desse elenco campeão na Libertadores. Veio do futebol alemão por onde ficouvárias temporadas atuando no Borussia Dortmund. Esteve fora do primeiro jogo da final, Atua como volante e também como meia avançado. Assim como Guiñazu é outro jogador de muita raça e que também já foi capitão do clube. Teve passagens pela Seleção Brasileira. Começou a carreira no principal adversário Colorado. Além da Alemanha jogou no Japão e em Portugal.

D’ALESSANDRO
Nome completo: Andrés Nicolás D’Alessandro
meia

Meia argentino surgiu como uma das principais promessas do River Plate. Ganhou tudo nas seleções de base, mas não conseguiu se firmar na seleção principal. O jogador teve passagens pelo futebol alemão, mas foi no Brasil, onde está se destacando. Foi contratado no segundo semestre de 2008, numa das maiores contratações da história do clube. A estreia foi justamente contra o maior rival, na Sul-Americana, em 2008. Já soma mais de 90 aparições com a camisa colorada.

Mesmo com a rivalidade entre brasileiros e argentinos, D'Alessandro é um dos ídolos do clube (foto=site oficial)

FICHA TÉCNICA DA FINAL

Internacional (3): Renan; Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Sandro, Guiñazu, Tinga (Wilson Matias), D’Alessandro e Taison (Giuliano); Rafael Sobis (Leandro Damião). Técnico: Celso Roth.

Chivas Guadalajara (2): Michel; Magallón, De Luna, Reynoso e Ponce (Sólis); Araújo, Baéz (Vasquez), Fabián; Bautista; Arellano e Omar Bravo. Técnico: José Luiz Leal.

Gols: Fabián (C), aos 42 minutos do primeiro tempo, Rafael Sobis (I), aos 16min do segundo tempo, Leandro Damião (I), aos 30min do segundo tempo, Giuliano (I), aos 44min do segundo tempo, Araujo (C) aos 47min do segundo tempo.

Cartões amarelos: De Luna, Fabián, Bautista, Omar Bravo (C); Bolívar (I). Expulsão: Arellano (C).

Público: 53.124 (sócios: 49.297)/ Renda: R$ 2.148,430,00

Arbitragem: Óscar Ruiz, auxiliado por Abraham González e Humberto Clavijo (trio colombiano).

Local: Beira-Rio.

Publicado por: GUILHERMEPANNAIN | agosto 19, 2010

ESPECIAL: Entrevista com Sidnei Loureiro, gerente de base do Botafogo

No início do mês, o time júnior do Botafogo encerrou sua participação na Europa. Trazendo conquistas e bons resultados na bagagem, o clube espera conquistar no Brasil o que fez na Holanda e Bélgica. O primeiro passo é a Taça Octávio Pinto Guimarães. Para falar um pouco mais sobre o time campeão, conversamos com Sidnei Loureiro, gerente do alvinegro e chefe da delegação na viagem. Na entrevista, ele fala sobre a blindagem dos atletas contra clubes europeus, do departamento internacional, pouco comum em outros clubes, e outras coisas.

Me fale um pouco sobre o departamento de relações exteriores, nao sei se é esse o termo, pouco comum em outras equipes do Brasil?
O DEPARTAMENTO INTERNACIONAL FOI CRIADO NO INICIO DA GESTÃO DO PRESIDENTE MAURÎCIO ASSUMPÇÃO, NÃO HAVIA ANTES NO CLUBE. ELE É GERENCIADO PELO BERNARDO ARANTES. ESSE DEPARTAMENTO ATUA EM VÁRIOS SEGUIMENTOS:

BOTAFOGO CAMP: SÃO CLINÍCAS DE FUTEBOL QUE O BOTAFOGO DESENVOLVE COM JOVENS ATLETAS FORA DO BRASIL. ANO PASSADO FIZEMOS CINCO “BOTAFOGO CAMP” NOS EUA. ESSE ANO FIZEMOS 5 TAMBÉM E EM OUTUBRO FAREMOS PELA PRIMEIRA VEZ UM NA EUROPA, EM AMSTERDÃ, NA HOLANDA.

BOTAFOGO DAY: SÃO EVENTOS ONDE O CLUBE RECEBE DELEGAÇÕES ESTRANGEIRAS NO BRASIL. O BOTAFOGO DAY INCLUI UM AMISTOSO CONTRA UMA DE NOSSAS EQUIPES FEDERADAS NO CAIO MARTINS OU NO ENGENHÃO, ALMOÇO, VISITA A SEDE SOCIAL DO CLUBE E IDA AO ENGENHÃO PARA ASSISTIR A UM JOGO DO BOTAFOGO.

Botafogo foi o grande campeão em torneio na Holanda (foto=divulgação)

TORNEIOS INTERNACIONAIS E INTERCÂMBIOS DE ATLETAS: ESSE DEPARTAMENTO TAMBÉM CUIDA DA PARTICIPAÇÃO DO BOTAFOGO EM TORNEIOS INTERNACIONAIS E DO INTERCAMBIO DE ATLETAS. JÁ FIZEMOS TRÊS VIAGENS A EUROPA E UMA A ÁFRICA DO SUL. DISPUTAMOS SETE TORNEIOS AO TODO, ONDE GANHAMOS 4. FICAMOS EM TERCEIRO EM 2.
TIVEMOS ATLETAS VISITANDO O EVERTON DA INGLATERRA (GERSON) O CHOCO PASSOU 10 DIAS NO ARSENAL DA INGLATERRA, ENVIAMOS O GOLEIRO JEFFERSON PARA PORTUGAL ONDE FICOU UM ANO EMPRESTADO AO CLUBE VARZIM. HOJE TEMOS DOIS ATLETAS EMPRESTADOS AO FORTUNA SITTARD DA HOLANDA (JOÃO MARCOS E DIOGO) ONDE VÃO DISPUTAR A PRÓXIMA TEMPODRADA E NESTE MOMENTO TEMOS 2 ATLETAS (WILLIAN E LUCAS ZEN) PASSANDO UMA SEMANA NO COLONIA DA ALEMANHA.

Como foi a participação do Botafogo nos dois campeonatos que disputou  na Bélgica e Holanda?

FORAM MUITO BOAS. VENCEU OS DOIS TORNEIOS E NO ÚLTIMO (COPA DEL AGATHA) AINDA TIVEMOS O ARTILHEIRO (WILLIAN) E O MELHOR JOGADOR (JAIRO).
AINDA FIZEMOS DOIS AMISTOSOS ENTRE UM TORNEIO E OUTRO, E GANHAMOS OS DOIS BFR 6×2 SEL QATAR (SUB-20) E BFR 4×0 FORTUNA SITTARD (HOL).

Correspondeu as expectativas?

SIM, GANHANDO OS DOIS TORNEIOS E OS DOIS AMISTOSOS ACREDITO QUE SUPERAMOS AS EXPECTATIVAS.

Comissão técnica vitoriosa em excursão à Holanda e Bélgica (foto=divulgação)

Quais foram os destaques do clube?

TODOS OS ATLETAS MANTIVERAM UM NÍVEL MUITO ALTO EM TODA A EXCURSÃO, PODERIA DESTACAR O GOLEIRO ANDREY, LATERAL DIREITO MAGNO, O ZAGUEIRO LUCAS ZEN, OS MEIAS GÉRSON, FABIANO E GIACOMO E OS ATACANTES WILLIAN, JAIRO E PAULINHO.

Quem é o principal jogador da base que num futuro não muito distante irá brilhar no time principal?

AFIMAR QUE UM ATLETA VAI BRILHAR NO PROFISSIONAL É COMPLICADO, SÃO MUITOS OS FATORES QUE FAZEM A CARREIRA DE UM ATLETA ACONTECER OU NAO.
NOSSO TRABALHO É PARA FORMAR ESSES ATLETAS PARA QUANDO O PROFISSIONAL PRECISAR ELES ESTEJAM PRONTOS.
ACREDITO EM MUITOS DOS NOSSOS JOGADORES, MAS NÃO DESTACARIA UM OU OUTRO NOME, TRABALHAMOS PARA TODOS SEREM APROVEITADOS NO PROFISSIONAL.

Esses campeonatos no exterior, os agentes dos clubes europeus vão “em cima dos atletas”. Está sendo feita uma blindagem nos jovens do clube, nesses torneios?

OS ATLETAS QUE VÃO A ESSES TORNEIOS INTERNACIONAIS TEM CONTRATO PROFISSIONAL ASSINADO COM O BOTAFOGO, CASO ALGUM DOS AGENTES INTERNACIONAIS SE INTERESSEM POR ALGUM JOGADOR DO BOTAFOGO VAO TER QUE TRATAR DIRETAMENTE COM O CLUBE.
QUANDO CHEGAMOS AO BOTAFOGO SOMENTE 6 ATLETAS DA BASE TINHAM CONTRATO PROFISSIONAL, HOJE  SÃO MAIS DE 40.

Paulinho, Jairo, Hudson, Renanzinho e Magno, em sequencia, estiveram no grupo (foto=divulgação)

A próxima competição que o clube irá disputar é a Taça OPG. Como o time está se preparando?

CHEGOU A HORA DOS JUNIORES DO BOTAFOGO MOSTRAREM  SUA FORÇA AQUI NO BRASIL, NO INÍCIO DO ANO FICAMOS EM SEGUNDO LUGAR NA TAÇA GUANABARA E FICAMOS NO SEGUNDO LUGAR GERAL DO ESTADUAL. PRECISAMOS GANHAR UM TÍTULO AQUI NO BRASIL PARA COROAR O TRABALHO QUE ESTAMOS FAZENDO NESTA CATEGORIA. CHEGOU A HORA.

Publicado por: GUILHERMEPANNAIN | agosto 18, 2010

PROMESSA: Matej Delac (Chelsea)

No último Europeu sub-19, a Croácia fez uma excelente participação. Tudo graças ao goleiro que fechou o gol. Um promissor camisa 1, sucessor de Petr Cech, no Chelsea. Matej Delac foi um dos principais nomes da competição. A Croácia chegou até as semifinais. Perdeu para a França, que mais tarde se tornou a grande campeã. Jogou os quatro jogos da fase final, sofrendo apenas três gols, sendo dois na eliminação contra os Bleus.

Nascido na Bósnia, o goleiro que cresceu na Croácia, desde jovem vem chamando a atenção das principais equipes do velho continente. Atualmente está no Inter Zapresic, time local, por empréstimo, mas em breve se apresentará no clube londrino, no início de 2011. Foi contratado pelo Chelsea junto ao próprio Inter, em 2009, mas pelo impedimento que o clube tinha junto à FIFA, no caso Kakuta, a negociação só está sendo fechada agora. Ele tinha apenas um pré-contrato. O Zapresic era o antigo clube, do brasileiro naturalizado croata, Eduardo da Silva.

Muita presença física e maturidade são algumas das características do jovem. Segundo a imprensa local, o custo do atleta foi de 3 milhões de Euros, mas nada confirmado. Única coisa certa é que o contrato vai até 2011, mas será em breve renovado, para conter os avanços dos gigantes europeus.

Delac a servico do Inter Zagresic, clube onde despontou (foto= eni-news)

O início de carreira do atleta foi um tanto engraçada. Quando chegou ao seu primeiro clube, ele ainda não tinha uma posição definida. O técnico do Inter, Franjo Rau, vendo sua altura o colocou diretamente no gol. Uma aposta que deu certo e em pouco tempo, o jogador foi representando as seleções de base da Croácia.

Após algumas partidas nas equipes sub-17 e sub-19, entre 2007 e 2008, Delac foi chamado pelo treinador da seleção principal, Slaven Bilic, para os jogos contra Belarus e Inglaterra. A experiência como terceiro goleiro – atrás do experiente Vedran Runje e do reserva Danijel Subasic – foi nas eliminatórias para a Copa 2010. De quebra, acabou batendo o recorde de mais jovem a ser chamado a seleção principal.

A convocação não foi por menos. Sua estreia profissional foi em fevereiro 2009, contra o NK Zagreb, foi também um dos mais jovens a estrear na primeira Liga da Croácia, com 16 anos e 182 dias. E para coroar a estreia, um pênalti defendido contra o experiente Davor Vugrinec – artilheiro do nacional 09/10 com 18 gols -, nos finais da partida. A defesa garantiu a vitória de seu clube pelo placar mínimo. O goleiro se firmou e no fim da temporada 08/09 totalizava 15 aparições. Para uma temporada inicial, bons números.

Na temporada 09/10 foram 23 jogos. Os compromissos com as seleções de base o afastou de alguns jogos Nestas quatro primeiras partidas, ele ainda não foi utilizado, já que estava com a seleção sub-19. Resultado: o time está na última colocação, com 10 gols sofridos, metade deles na derrota diante do tradicional Hajduk, na última rodada. Em seu lugar está atuando Krevan Santini.

Delac é apontado como sucessor de Cech no Chelsea (foto= Bigsoccer)

Após a partida contra o time da capital, a fama veio meteórica. O Facebook do jogador recebeu mais de 30 pedidos de amizade em poucas horas. Antes de acertar com o Chelsea, o jogador fez testes no Benfica. O estágio aconteceu durante o verão de 2008, após um olheiro do clube português o ver na seleção sub-15. A diretoria gostou do goleiro, mas as equipes não chegaram a um acordo financeiro.

FICHA TÉCNICA


Nome completo: Matej Delac
Data de nascimento: 20/08/1992
Posição: goleiro  

Nacionalidade: Croata

Publicado por: GUILHERMEPANNAIN | agosto 17, 2010

TÁTICA: Atlético MG lidera mineiro juvenil

O Atlético Mineiro continua invicto no Campeonato Mineiro Juvenil. A última vítima foi o Sport, na cidade de Juiz de Fora. O Galo venceu por 2 a 0, com dois gols do atacante Paulo Henrique. A vitória foi a terceira, em três jogos na competição. Havia vencido o Aymorés (3 a 1) e o Três Pontas (3 a 0). O time dirigido por Diogo Giacomini entrou em campo no 4-4-2 com a seguinte formação.

Com o 0x0 no placar, o treinador fez algumas alterações no time atleticano. Mas não corrigiu o defeito que time teimou durante a partida. Os atacantes voltavam muito, nem mesmo o fortão PH ficava agarrado dentro da área. Os bons volantes que são versáteis atuaram em outras posições.  Gustavo avançou e foi atuar mais na frente e Acácio, que ainda não assinou contrato profissional com o clube – e mais Leandro e Dodô são os únicos do time titular com registro amador na CBF – foi atuar na lateral direita. A tática ficou ainda no 4-4-2.

Na última alteração, Giacomini fez uma mudança que trocou quatro jogadores de lugar. O atacante Josimar, autor de 14 gols no Mineiro infantil de 2009, entrou no lugar do lateral direito. Leleu foi recuado para a armação. Gustavo voltou a atuar como volante. Manchinha que estava no meio foi para a lateral. Uma bagunçada que no final deu certo. Atlético MG 2×0 Sport, no campo do Sport. Na preliminar o Galo infantil venceu o Sport, por 4 a 0

Publicado por: GUILHERMEPANNAIN | agosto 16, 2010

OPNIÃO: Nova seleção de Mano

A Seleção Brasileira de Mano Menezes cantou, dançou e foi aplaudida pelo maioria dos torcedores. Até Jorginho, antigo auxiliar de Dunga, ficou de pé para a equipe. No mundo inteiro, os jornais destacavam a boa vitória sobre os Estados Unidos. Inglaterra, Portugal, Espanha, e até a maior rival, a eterna Argentina, falaram da volta do “futebol bonito”. O time jogou bem, mas ainda é cedo para falar do trabalho do ex-treinador corintiano.

Primeira escalação de Mano Menezes à frente da Seleção (foto=CBF)

OA evolução foi visível, mostrou diversidade de jogadas ofensivas, melhor contato com imprensa, mais contato com os jogadores. Futebol ofensivo. Mano começou com o pé direito, isso é claro. Mas é importante lembrar também que Dunga – na época sem experiência –  já no seu segundo jogo, goleou a Argentina por 3 a 0. Depois daquele jogo, os mesmos que o criticaram após a Copa, apoiaram ele.

Mas é assim o futebol. Mano Menezes pode ganhar a Copa América, ser o melhor nas eliminatórias, vencer as Olímpiadas – título que ainda falta ao Brasil – mas chegar na Copa do Mundo que é o principal torneio e perder. Aí depois vão criticá-lo. Mano convocou do gosto do povo, mas também não tinham outros nomes a ser chamado, vai (re)conquistando a confiança da torcida.

Publicado por: GUILHERMEPANNAIN | agosto 13, 2010

ANÁLISE: Brasileirão 2010

O Campeonato Brasileiro está chegando a 14° jornada, e por enquanto, o Fluminense lidera a competição com um ponto a frente do segundo colocado Corinthians. As duas equipes estão mais a frente dos outros adversários. Mais embaixo, o campeonato está disputado e qualquer sequência de três vitórias tira uma equipe do rebaixamento e coloca-a na parte de cima da tabela. Na degola está os irregulares Grêmio e Atlético-MG, Goiás e Atlético-GO. O último é candidato certo a segundona – mesmo sendo cedo demais Está desde a quinta rodada na zona de descenso. Goiás e Galo, com as vitórias na Sul-Americana podem melhorar, assim como o Grêmio, que contratou novo treinador. Confira a tabela e um breve comentário sobre seis equipes.

 DEFENDENDO O TÍTULO. Após o título conquistado no ano passado, o Flamengo, a cada rodada que passa, fica distante de defender o título. Perdeu os principais atacantes (Vagner Love e Adriano) e não se programou para essas perdas. A defesa ainda continua sólida, mas o ataque mostra ser cada vez mais inofensivo. Depois da volta da Copa do Mundo foi um dos times que mais caiu na tabela. Os principais reforços (Renato Abreu e Leandro Amaral) devem estrear na próxima rodada.

NA LIDERANÇA. Líder do Campeonato Brasileiro, o Fluminese tem apenas um ponto de vantagem sobre o Corinthians, segundo colocado. O que clube que lutou contra o rebaixamento ano passado, briga para manter-se no topo. Com bons reforços e um técnico acostumado a vencer Campeonatos Brasileiros, o Tricolor tem tudo para faturar a taça. Deco chega, como um das principais contratações do segundo semestre. É o segundo jogador mais bem pago da competição, atrás apenas de Ronaldo.

NADA DE VITÓRIA 1. Na sua volta ao Palmeiras, Luiz Felipe Scolari ainda não conseguiu vencer. Esteve bem perto, na última partida, pelo Brasileiro, diante do Goiás, mas no final de jogo o experiente Marcos Assunção marcou contra. A reestreia foi diante do Avaí, na derrota por 4 a 2, em jogo válido pela nona rodada do BR2010. Já são quatro jogos sem vencer – pelo BR -, para piorar o clube ocupa a 13º colocação, uma posição no limite da zona de classificação para a Sul-Americana. Valdivia foi apresentado ao clube nesta semana.

NADA DE VITÓRIA 2. Ainda no G-4 do Brasileirão, mas pelo visto não por muito tempo, o Ceará já trocou de treinador. Estevam Soares que entrou na vaga de PC Gusmão durou apenas seis rodadas no comando do Vovô. Ele teve sua demissão anunciada oficialmente após o empate sem gols com o Atlético-GO, último colocado do BR-10.

Renato foi apresentado e já estreou com derrota (foto=site Grêmio)

NADA DE VITÓRIA 3. Outro treinador que dançou na última rodada foi Silas, do Grêmio. Após ótima passagem pelo Avaí, ano passado, onde foi considerado uma das revelações, foi demitido após uma má sequência de resultados. O ex-jogador estava desde o início do ano no Tricolor Gaúcho. Entre os nomes cotados, como de Mário Sérgio e Tite, acabou prevalecendo o de Renato Gaúcho, antigo ídolo do clube.

NADA DE VITÓRIA 4. Ele ainda não caiu, mas sua situação não é das melhores. Melhorou um pouco pela inédita classificação à fase internacional, da Copa Sul-Americana. O Atlético-MG continua na zona de rebaixamento e a torcida do Galo quer explicações. O time se reforçou bastante com nomes de peso, entre eles, Diego Souza, Daniel Carvalho, Réver e Edson Mendez. Falta apenas tempo para o time entrosar. O problema é que esse tempo pode não ser suficiente e depois pode ser tarde demais.

 ESTATISTÍCAS DO BR 2010

Ataque mais positivo: Botafogo, 23 gols

Artilheiro: Bruno César (Corinthians), Roger (Guarani) e Alecsandro (Internacional), 6 gols

Ataque mais fraco: Ceará, 10 gols

Defesa mais vazada: Atlético Mineiro, 25 gols

Defesa menos vazada: Ceará, 6 gols

Melhor retrospecto nos últimos oito jogos: Fluminense, 6 vitórias e 2 empates

Melhor sequência de vitórias nos últimos oito jogos: Internacional, 4 vitórias

Jogos disputados: 129

Gols marcados (média): 317 (2.46)

Vitórias dos mandantes: 48%

Vitória dos visitantes: 19% 

Média de gols marcados pelos mandantes: 1.49

Média de gols marcados pelos visitantes: 0.97

Campeonato disputado: 33%

Melhor mandante: Corinthians, 7 jogos e 7 vitórias

Melhor visitante: Fluminense, 7 jogos, 4 vitórias, 2 derrotas e 1 empate

Publicado por: GUILHERMEPANNAIN | agosto 12, 2010

ESPECIAL: Amistosos Data FIFA

COSTA DO MARFIM 1 X 0 ITÁLIA

gol: Kolo Toure (CMA)

Quem começou com o pé esquerdo foi Cesar Prandelli, novo treinador italiano. O ex-técnico da Fiorentina fez uma pequena renovação. Chamou alguns jogadores, que eram preteridos por Lippi, como Cassano e Balotelli, e Amauri, brasileiro naturalizado italiano. Com uma base diferente, capitaneada por De Rossi, e sem entrosamento, a Itália perdeu para Costa do Marfim. Os africanos que não fizeram bom papel na Copa, mas com um time entrosado, porém precisando de renovação, venceu com um gol de Toure. Drogba que fez uma cirurgia recentemente ficou de fora do amistoso. Os Elefantes ainda não tem um treinador. O time foi comandado pelo interino François Zahoui.

IRLANDA 0 X 1 ARGENTINA

gol: Angel Di Mari (ARG)

Na primeira partida sem Maradona, a Argentina venceu a Irlanda sob o comando do interino Sérgio Batista, que dirigiu a Albiceleste no ouro olímpico, em Pequim. A lista em sua maioria é formada por jogadores que disputaram a última Copa do Mundo é toda por atletas que atuam no exterior. A convocação foi elaborada por Diego Maradona, pouco antes dele sair do cargo. A partida foi realizada no estádio Dublin Arena, construído recentemente com capacidade para 50 mil espectadores. O ponto positivo do lado irlandês foi a 100 internacionalização do atacante Robbie Keane, jogador do Mancheste City.

ESTADOS UNIDOS 0 X 2 BRASIL

gols: Neymar (BRA) e Pato (BRA)

Neymar fez seu primeiro gol com a amarelinha (foto=Reuters)

O Brasil começou com o pé direito na estreia de Mano Menezes. Com um futebol envolvente e com transição de jogadas, a vitória por apenas dois gols, foi uma quantia pequena pelas oportunidades que criou. O time mais jovem não sentiu o peso da estreia. Foram várias mudanças e vários jovens com primeira oportunidade. O grande destaque da seleção foi o santista Neymar, que marcou em seu primeiro jogo. Um ponto negativo a destacar foi a contusão de Éderson, que também fazia sua primeira aparição com a Seleção. O meia do Lyon não ficou nem um minuto em campo.

Do lado norte americano, ainda com Bob Bradley no comando, Os EUA tiveram mais da metade de jogadores que disputaram a última Copa do Mundo. Bob não decidiu convocar o jogador do Fulham, Clint Dempsey, para não atrapalhar a pré-temporada do clube inglês. Jermaine Jones, do Schalke 04, foi a novidade na convocação.

MÉXICO 1 X 1 ESPANHA

gols: Javier Hernández (MEX) e David Silva (ESP)

A última campeã mundial apenas empatou no amistoso realizado, no estádio Azteca, na cidade do México. Com a base que venceu a Copa do Mundo e a Eurocopa, a Espanha teve dificuldades e apenas empatou no final da partida. Os mexicanos saíram na frente com o talentoso Hernández, nova contratação do Manchester United.  No lado da Fúria, o zagueiro Marchena, nova contratação do Vilarreal se mantém como talismã da seleção. A última derrota da Espanha, com ele em campo, foi na data de 07 de junho de 2003, quando perderam para a Grécia.

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias